© 2019

  • YouTube
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco

Sobre nós

No que cremos

Somos evangélicos, ou protestantes, ou o povo da cruz, ou o povo da Bíblia, mas acima de tudo, somos cristãos. O blog "A Luz do Evangelho" nasceu...

1. Deus: Cremos em um só Deus, que se manifesta em três pessoas igualmente divinas: Pai, Filho e Espírito Santo...

Nas redes

NO QUE CREMOS

1. Deus: Cremos em um só Deus, que se manifesta de três formas igualmente divinas: Pai, Filho e Espírito Santo. Este único e verdadeiro Deus é perfeito, santo, criador de todas as coisas, visíveis e invisíveis, imortal e eterno, sustenta e governa soberanamente todas as coisas, onipotente, onipresente e onisciente, e portanto, o único digno de receber toda a glória, honra e adoração.

2. Revelação: Cremos que Deus se revela através da criação; Cremos que Deus, por seu Espírito, graciosamente se revelou ao homem através das palavras preservadas nas Sagradas Escrituras, os sessenta e seis livros do Antigo e do Novo Testamento. Estes escritos, somente, constituem a Palavra de Deus verbalmente inspirada, a qual, possui autoridade suprema, isenta de erro em sua originalidade, completa, suficiente, e final em sua autoridade. Confessamos que somente iluminados pelo Espírito de Deus, podemos conhecer a verdade revelada de Deus; Cremos que Deus tem se revelado de maneira suprema na pessoa de seu Filho.

 

3. Criação: Cremos que Deus criou todas as coisas visíveis e invisíveis, incluindo os seres humanos, macho e fêmea, à sua própria imagem. Adão e Eva foram feitos para complementar um ao outro em uma união, que estabelece o único padrão normativo de relações sexuais para homens e mulheres, de forma que o casamento sirva como um tipo da união entre Cristo e sua igreja. Nos sábios propósitos de Deus, homens e mulheres se complementam de formas mutuamente enriquecedoras, em papéis distintos que refletem o relacionamento de amor entre Cristo e a igreja, o marido exercendo papel de cabeça, de maneira a demonstrar o amor carinhoso e sacrificial de Cristo e a esposa se submetendo ao seu esposo, de maneira a demonstrar o amor da igreja por seu Senhor.

4. A Queda: Cremos que Adão, feito à imagem de Deus, distorceu essa imagem, perdendo sua bendição original e governo sobre a criação, para si e toda sua descendência — ao cair em pecado pela tentação de Satanás. Como resultado, todos os seres humanos estão separados de Deus, corrompidos em todo aspecto de seu ser (fisicamente, mentalmente, volitivamente, emocionalmente, espiritualmente) e condenados à morte, a não ser pela intervenção graciosa do próprio Deus. A necessidade suprema de todo ser humano é ser reconciliado ao Deus sob cuja justa e santa ira nos encontramos.

 

5. O Plano de Deus: Cremos que desde toda a eternidade Deus determinou, em sua graça, salvar uma grande multidão de pecadores culpados, vindos de toda tribo, língua e nação. Cremos que Deus justifica e santifica aqueles que, por sua graça, têm fé em Jesus, e que um dia ele os glorificará — tudo para o louvor de sua gloriosa graça. Em amor, Deus ordena e suplica que todas as pessoas se arrependam, creiam, e obedeçam tendo posto esse amor salvífico sobre aqueles que escolheu e tendo ordenado a Cristo como único redentor deles.

 

6. O Evangelho: Cremos ser o evangelho as boas novas de Jesus Cristo — a própria sabedoria de Deus, o Verbo encarnado. O evangelho autêntico está centrado em sua morte e ressurreição. Essa boa nova é bíblica (toda a Bíblia aponta para estes eventos), teológica, salvífica, histórica, apostólica (testemunhas desses eventos) e intensamente pessoal (pessoas são individualmente salvas).

 

7. A Redenção de Cristo: Cremos que o Filho eterno fez-se humano: plenamente Deus e plenamente humano. O homem Jesus, o Messias prometido de Israel, foi concebido pela milagrosa atuação do Espírito Santo e nasceu da virgem Maria. Ele nasceu e viveu sem pecado, obedeceu perfeitamente ao seu Pai celestial, realizou sinais e milagres, foi crucificado, ressuscitou corporalmente da morte ao terceiro dia e posteriormente ascendeu ao céu. Como Rei mediador, ele está assentado à destra de Deus Pai, exercendo no céu e na terra toda a soberania de Deus. Ele é nosso Sumo Sacerdote e justo Advogado. Na cruz ele cancelou o pecado e nos reconciliou com Deus Pai. Por sua ressurreição, venceu a morte e trouxe vida eterna a todo seu povo. Por sua ascensão, ele foi para sempre exaltado como Senhor e nos preparou um lugar para estarmos junto dele. Cremos que a salvação está em nenhum outro, porque não há nenhum outro nome dado debaixo do céu pelo qual sejamos salvos.

 

8. A Justificação de Pecadores. Cremos que Cristo, por sua obediência e morte, pagou plenamente a dívida de todos aqueles que são por ele justificados. Pelo seu sacrifício, ele carregou em nosso lugar o castigo que era devido a nós, satisfazendo plenamente a justiça de Deus. Por sua perfeita obediência, ele satisfez as justas exigências de Deus (pela lei) e pela fé somente, essa perfeita obediência é creditada a todos os que confiam somente em Cristo para sua aceitação diante de Deus.

 

9. O Poder do Espírito Santo: Cremos que o Espírito Santo está presente e habita naqueles que creem. Ele convence o mundo do pecado, da justiça e do juízo e, por sua obra poderosa e misteriosa, regenera pecadores espiritualmente mortos, despertando-os para o arrependimento e fé. Pela agência do Espírito, os crentes são renovados, santificados e adotados na família de Deus, participam da natureza divina e recebem os seus dons que são soberanamente distribuídos. O próprio Espírito Santo é o penhor da herança prometida e, nesta presente era, habita, dirige, guia, instrui, equipa, renova e capacita os crentes para viverem e servirem como Cristo.

 

10. O Reino de Deus: Cremos que aqueles que foram salvos pela graça de Deus mediante a união com Cristo, pela fé e pela regeneração do Espírito Santo, entram no reino de Deus e desfrutam das bênçãos da nova aliança: o perdão dos pecados, a transformação interior que desperta um desejo por glorificar, confiar e obedecer a Deus, e o prospecto da glória que ainda será revelada. As boas obras constituem evidência indispensável da graça salvadora.

 

11. Batismo e Ceia do Senhor: Cremos que o batismo e a Ceia do Senhor são ordenados pelo próprio Senhor Jesus. O primeiro está ligado à entrada na comunidade da nova aliança e o segundo, à renovação contínua da aliança. Juntos são nosso voto público de submissão ao Cristo.

 

13. A Restauração de todas as coisas: Cremos na volta pessoal, gloriosa e corporal de nosso Senhor Jesus Cristo com seus santos anjos, quando ele exercerá seu papel final de Juiz e seu reino será consumado. Cremos na ressurreição do corpo de ambos, justos e injustos — os injustos para o juízo e castigo eterno e os justos para a bendição eterna, em novo céu e nova terra.

DESTAQUES

A "IGREJA" MODERNA E SEU FALSO "EVANGELHO"

21.09.2017

1/10
Please reload

CATEGORIAS
Please reload

ARQUIVOS
Please reload

INSCREVA-SE